Onde estão os porcos com asas afinal?


Este artigo foi inspirado pelo recorrente desafio em relação a evolução que se costuma encontrar em debates sobre a mesma: mas então me mostre um exemplo de evolução real! Ou em outras palavras, onde está o porco com asas (com variações como macaco-com-asas ou cobras-com-pernas).

Isso demonstra, como muitos outros “desafios” um desconhecimento profundo do que é (e o que não é) a evolução, e o conjunto de fatos, dados, evidências, estudos e conhecimentos, que explicam como a evolução ocorrer e ocorreu, a Teoria da Evolução.

No texto “Apenas uma Teoria” eu tentei explicar como o termo teoria é usado em ciência. E no texto “Se a evolução é real, por que nenhum chimpanzé evoluiu até serem como nós?“, outro desafio muito comum, tentei explicar outro aspecto da evolução, ser contingente (sem objetivo, propósito ou direção).

Para este novo desafio vou tentar mostrar o erro em entender a evolução como um “salto“, como se um animal sem asas de repente nascesse com elas.

 Micro versus Macro evolução

Nada na evolução indica que algo assim ocorreu ou possa ocorrer. Essa imagem, do salto entre uma espécie e outra simplesmente não faz parte da teoria da evolução, mas é muito utilizada como “falácia de espantalho” por criacionistas, e mesmo por quem mesmo não sendo criacionista, não se sente confortável com a ideia de evolução de um ancestral em comum. Continuar lendo

Anúncios